domingo, 31 de agosto de 2014

Aos olhos de Deus ,
somos todos pedras preciosas.
E se a vida nos lapida,
a outra parte cabe a nós
de arredondar, colocar formas,
dar brilho e fazer diferença no mundo."
Letícia Thompson

sexta-feira, 29 de agosto de 2014

aprendiz da vida.




Queria poder dizer que estou numa idade onde aprendi a viver. Mas não cheguei ainda a esse ponto. Aprendi algumas coisas, sim, outras trazem uma luta enorme dentro de mim, e não sei quantas quedas e quantos levantares serão necessárias para que eu aprenda. Mas não desisto!



Parece que estou na idade da razão, mas percebo que não existe idade para isso. Nem sempre tenho razão. Nem sempre sei o que fazer. Sou e serei até o último minuto um aprendiz da vida.
o porque vivemos um certo número de anos, temos que admitir que vivemos em outra época, com outros valores e que nossa certeza de antes nem sempre cabem nos dias de hoje. Nossos filhos nos lembram disso a cada instante, são eles nossos melhores mestres, ao contrário do que se pensa.






Em tudo que fizemos ou dizemos nosso exemplo vale mais do que todas as palavras. As crianças ouvem muito mais que parecemos que o que dizemos. É assim também com os que precisam do nosso apoio. Cada um de nós absorve acontecimentos de maneira diferente, acontecimentos comuns a todos, e somos incomparáveis.

Por que não vivi algo de um jeito não obrigo ninguém a viver da mesma forma. Aprender a respeitar a dor alheia, é respeitar a individualidade do ser humano. O medo do sofrimento do amor nos afasta das pessoas que mais nos amam.

Muito do que chamamos de imprevisto e coincidência, é a mão de Deus interferindo nas nossas vidas. Devemos pensar então duas vezes, antes de reagir mal a algo que contraria nossos planos. O passar do tempo nos traz a experiência, mas a sabedoria vem de maneira diferente. Ela chega com a vivência, entendimento, compreensão e aceitação das adversidades.

Meu maior medo é de acreditar sobre o que dizem a meu respeito, isso me destruiria. Devo sempre saber quem sou e nunca me esquecer daquele que me criou. Aprender a vida é reconhecer-se aluno eterno, com as somas, diminuições e ciências do dia –a –dia. É chegar ao fim do dia e fazer planos para o dia seguinte e se preciso for, recalcular, rever, repensar e recomeçar.


Letícia Thompson























                           um sol diferente.

.




Neste dia eu lhe desejo um sol diferente


Que apesar de todas as dificuldades,apesar de 



algumas tristezas que insistem,que mesmo com essa montanha erguida, o sol possa ser seu presente mais doce.
Desejo ao seu coração o querer que ele quer.
Que nas palavras que ele sussurra dentro do seu peito,
sejam ouvidas aquelas que têm sabor de liberdade.
Que você esteja atendo para o sopro da sua vontade real,
e jamais desista dos seus passos em direção à verdade.
Desejo que sua percepção acorde mais plena
no calor de um sol novo e renovador.
Que ele lhe encoraje às atitudes
que estão querendo respirar.
Aquelas que sempre são substituídas,
Aquelas que não se arrojam
por ter os pesos de conceitos por demais antigos.
Desejo que você aceite seu tempo, seja ele qual for.
Que sinta serenidade na espera necessária
para que a semente plantada brote no tempo certo.
Desejo então que sua flor seja inteira,
e mesmo que inicialmente pequena e frágil,
ela lhe traga as luzes de uma estrada azul.
Que sua sabedoria esteja desperta aguardando com
tranqüilidade o desabrochar da sua flor.
Em paz, em cadência ritmada
com o aprendizado que vem chegando.
Em mais suaves permissões a você.
Em muito mais reconhecimento da sua coragem.
Desejo a você um sol diferente.
Espalhando seu sorriso pela densidade das nuvens,
simplificando o aspecto complicado de alguns momentos
e mostrando-lhe a fonte essencial para sua sede.
Desejo que a cada instante você desnude mais seu coração
e deixe que nele vibre em tom maior: O AMOR .
O amor na sua expressão mais simples.
Que não mede, não faz contas
e que tem o poder de lhe erguer
acima de todas as montanhas escuras.
desconheço o autor.

quinta-feira, 28 de agosto de 2014

                
                                    A borboleta e a flor


    uma flor e uma borboleta. Mas Deus lhe deu um cacto e uma lagarta.
O homem ficou triste pois não entendeu o porquê do seu pedido vir errado. E então, pensou: “Também, com tanta gente prá atender…” Porém, desistiu, e resolveu não questionar.

Passado algum tempo, o homem foi verificar o pedido que deixara esquecido. 

Para sua surpresa: Do espinhoso e feio cacto havia nascido a mais bela das flores. E a horrível lagarta transformara-se em uma belíssima borboleta. 





 Vamos refletir! Deus sempre age certo!
O Seu caminho é o melhor, mesmo que aos nossos olhos pareça estar dando tudo errado. Mesmo se você pediu a Deus uma coisa e recebeu outra, confie! 

Tenha a certeza de que Ele sempre te dá o que você precisa no momento certo! 
Mas… Nem sempre o que você deseja… É o que você precisa!
Como nosso amoroso Deus nunca erra, siga em frente sem murmurar ou duvidar. 

O espinho de hoje… Será a flor de amanhã!













" Um rapaz pediu a Jesus um emprego,e uma mulher que o amasse muito.

No dia seguinte,abriu o jornal e tinha um anuncio de emprego.
Ele foi, viu a fila muito grande e disse:

Eles são melhores do que eu.E foi embora.
No caminho ,um garoto lhe deu uma rosa ....no ônibus ele chateado joga a rosa


fora.
e ao chegar em casa diz a Jesus:

..É assim que me tratas?É assim que me amas ?
E vai dormir. Em sonho Jesus diz :




O emprego era seu,mas vc não confiou e disistiu
antes de lutar.

Aquela rosa foi eu que te dei ...inspirei aquela criança a lhe dar!!
O amor da sua vida ,estava sentada ao seu lado e em vez de vc dar a rosa a ela,vc a jogou fora.
Você
entendeu como Jesus age na sua vida ?




Ele abre as portas te mostra o caminho,
mas a tua fé e tão pouca que desiste no primeiro obstáculo.
Não desista confie que Jesus pode agir na sua vida
Os obstaculos existem para ver até onde vai a tua fé ."

Desconhecido

terça-feira, 26 de agosto de 2014


Posso ter defeitos, viver ansioso e ficar irritado algumas vezes, mas não esqueço de que minha vida é a maior empresa do mundo. E que posso evitar que ela vá à falência. 
Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver, apesar de todos os desafios, incompreensões e períodos de crise. 
Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas e se tornar autor da própria história. 
É atravessar desertos fora de si, mas ser capaz de encontrar um oásis no recôndito da sua alma. 
É agradecer a Deus a cada manhã pelo milagre da vida. 
Ser feliz é não ter medo dos próprios sentimentos. É saber falar de si mesmo. É ter coragem para ouvir um “não”. É ter segurança para receber uma crítica, mesmo que injusta. 



Sinto saudades de tudo que marcou a minha vida.
Quando vejo retratos, quando sinto cheiros, 
quando escuto uma voz, quando me lembro do passado, 
eu sinto saudades... 

Sinto saudades de amigos que nunca mais vi, 
de pessoas com quem não mais falei ou cruzei... 

Sinto saudades da minha infância, 
do meu primeiro amor, do meu segundo, do terceiro, 
do penúltimo e daqueles que ainda vou ter, se Deus quiser... 

Sinto saudades do presente, 
que não aproveitei de todo, 
lembrando do passado 
e apostando no futuro... 

Sinto saudades do futuro, 
que se idealizado, 
provavelmente não será do jeito que eu penso que vai ser... 

Sinto saudades de quem me deixou e de quem eu deixei! 
De quem disse que viria 
e nem apareceu; 
de quem apareceu correndo, 
sem me conhecer direito, 
de quem nunca vou ter a oportunidade de conhecer. 

Sinto saudades dos que se foram e de quem não me despedi direito! 

Daqueles que não tiveram 
como me dizer adeus; 
de gente que passou na calçada contrária da minha vida 
e que só enxerguei de vislumbre! 

Sinto saudades de coisas que tive 
e de outras que não tive 
mas quis muito ter! 

Sinto saudades de coisas 
que nem sei se existiram. 

Sinto saudades de coisas sérias, 
de coisas hilariantes, 
de casos, de experiências... 

Sinto saudades do cachorrinho que eu tive um dia
e que me amava fielmente, como só os cães são capazes de fazer! 

Sinto saudades dos livros que li e que me fizeram viajar! 

Sinto saudades dos discos que ouvi e que me fizeram sonhar, 

Sinto saudades das coisas que vivi 
e das que deixei passar, 
sem curtir na totalidade. 

Quantas vezes tenho vontade de encontrar não sei o que... 
não sei onde... 
para resgatar alguma coisa que nem sei o que é e nem onde perdi... 

Vejo o mundo girando e penso que poderia estar sentindo saudades 
Em japonês, em russo, 
em italiano, em inglês... 
mas que minha saudade, 
por eu ter nascido no Brasil, 
só fala português, embora, lá no fundo, possa ser poliglota. 

Aliás, dizem que costuma-se usar sempre a língua pátria, 
espontaneamente quando 
estamos desesperados... 
para contar dinheiro... fazer amor... 
declarar sentimentos fortes... 
seja lá em que lugar do mundo estejamos. 

Eu acredito que um simples 
"I miss you" 
ou seja lá 
como possamos traduzir saudade em outra língua, 
nunca terá a mesma força e significado da nossa palavrinha. 

Talvez não exprima corretamente 
a imensa falta 
que sentimos de coisas 
ou pessoas queridas. 

E é por isso que eu tenho mais saudades... 
Porque encontrei uma palavra 
para usar todas as vezes 
em que sinto este aperto no peito, 
meio nostálgico, meio gostoso, 
mas que funciona melhor 
do que um sinal vital 
quando se quer falar de vida 
e de sentimentos. 

Ela é a prova inequívoca 
de que somos sensíveis! 
De que amamos muito 
o que tivemos 
e lamentamos as coisas boas 
que perdemos ao longo da nossa existência... 

sexta-feira, 22 de agosto de 2014

O MAIS É NADA*

x
Não se acostume com o que não o faz feliz, revolte-se quando  julgar necessário.

Alague seu coração de esperanças, mas não deixe que ele se  afogue nelas.

Se achar que precisa voltar, volte!

Se perceber que precisa seguir, siga!

Se estiver tudo errado, comece novamente.

Se estiver tudo certo, continue.

Se sentir saudades, mate-as.

Se perder um amor, não se perca!

Se achá-lo, segure-o!

“Circunda-te de rosas, ama, bebe e cala. O mais é nada."

Fernando Pessoa

quarta-feira, 20 de agosto de 2014

      Tempo certo


De uma coisa podemos ter certeza: de nada adianta querer apressar as coisas, tudo vem ao seu tempo, dentro do prazo que lhe foi previsto. 

Mas a natureza humana não é muito paciente. 
Temos pressa em tudo e aí acontecem os atropelos do destino, aquela situação que você mesmo provoca, por pura ansiedade de não aguardar o tempo certo. 
Mas alguém poderia dizer: Qual é esse tempo certo? 
 Bom, basta observar os sinais. 
Quando alguma coisa está para acontecer ou chegar até sua vida, pequenas manifestações do cotidiano enviarão sinais indicando o caminho certo. 
Pode ser a palavra de um amigo, um texto lido, uma observação qualquer. 




Mas, com certeza, o sincronismo se encarregará de colocar você no lugar certo, na hora certa, no momento certo, diante da situação ou da pessoa certa. 
 Basta você acreditar que nada acontece por acaso. 
Talvez seja por isso que você esteja agora lendo estas linhas. 
 Tente observar melhor o que está a sua volta. 
Com certeza alguns desses sinais já estão por perto e você nem os notou ainda. 
 Lembre-se, que o universo sempre conspira a seu favor quando você possui um objetivo claro e uma disponibilidade de crescimento.

Paulo Coelho






terça-feira, 19 de agosto de 2014


Canto a vida como a conheço
E sei que o Sol é quente no
verão
Penso em ti quando adormeço
E por ti Amor farei uma
revolução.
Na minha vida até o sonho é mar
A imensidão perdida
na demora
De olhar o céu e poder contemplar
O azul onde tenho a
minha hora.
Canto o mar... em nós o sinto
E tenho em mim as ondas a
bater
Que ao Amor eu nunca minto
Nem lhe escrevo só por escrever.
Ah! se eu pudesse na verdade
Levar o barco...aonde tu estás
E ter
no teu olhar a felicidade
Das marés que ficam para trás.
Talvez o
sonho seja apenas ficar...
No areal de uma praia qualquer
E ouvir no
mar sereias a cantar
Quando a Lua vier nos conhecer.
E no meu olhar
de sonhador...
Procuro as rochas que há em ti
Rasgo tempestades de
Amor...
Digo-te tudo o que não esqueci.
Um dia, quem sabe, talvez a
sós
Tenhamos nestas águas uma cama
E como ilhas uma parte de
nós
Abraçando as ondas de quem ama.
(Poema de *F. Corte Real)

segunda-feira, 18 de agosto de 2014

Não acredite em algo simplesmente porque ouviu. Não acredite em algo simplesmente porque todos falam a respeito. Não acredite em algo simplesmente porque esta escrito em seus livros religiosos. Não acredite em algo só porque seus professores e mestres dizem que é verdade. Não acredite em tradições só porque foram passadas de geração em geração. Mas depois de muita análise e observação, se você vê que algo concorda com a razão, e que conduz ao bem e beneficio de todos, aceite-o e viva-o.
Buda

Mudanças são necessárias em todos os momentos da vida. Você muda quando se alegra, muda quando se decepciona, muda quando é ferido e muda quando é machucado. Isso quer dizer que seu caráter e personalidade está em constante formação. É claro que valores de vida são únicos e definitivos, porém nunca somos definitivos em nossa essência, pois sempre pode acontecer algo que nos faça mudar novamente. Como uma criança que necessita se expor à diferentes substâncias para criar anticorpos (defesa corporal), nós precisamos nos expor à diferentes sensações, sentimentos e situações, para criarmos experiências à partir do impacto de cada fato em nossa vida. Não se incomode pela vontade insaciável de querer mudar, de querer melhorar, de querer evoluir, isso irá acontecer quando você menos perceber, só não se acanhe diante de desafios e confrontos, pois enfrentando-os, eles te mostrarão quem você realmente é. Exponha-se à tudo! Adquira anticorpos, adquira experiências, só assim você alcançará a tão deseja maturidade.


Charles Chaplin

Sorria,
embora seu coração esteja doendo.
Sorria,
mesmo que ele esteja partido.
Quando há nuvens no céu, você sobreviverá...
Se você apenas sorri,
com seu medo e tristeza, sorria.
E talvez amanhã,
você verá o sol vir brilhando para você.
Ilumine sua face com alegria.
Esconda todo rastro de tristeza.
Embora uma lágrima possa estar tão próxima,
este é o momento que você tem que continuar tentando.
Sorria,
pra que serve o choro?
Você descobrirá que a vida ainda vale a pena,
se você apenas sorrir.