sexta-feira, 10 de outubro de 2014

Precisa-se de um homem...





       



...que encare a vida de frente 

e sem querer ser super-herói

 voe com serenidade nas asas do seu destino.


Precisa-se deste homem especial e comum

 que nunca simule afeição,

 nem trapaceie com os meus sentimentos.


Que saiba conduzir-me com doçura,

 que saiba orientar-se com inteligência

 mas que aceite com humildade os desígnios do meu ser.


Ele deve ser alto - da altura de sua dignidade

 e belo - como a beleza do seu caráter sua ambição.


Deverá ter a medida exata

 do alcance de seus dedos - e de seus sonhos.


Precisa-se urgentemente desse deus-menino

 para por festa no meu coração,


 atear fogo no meu corpo,

 afogar-se nos meus braços e

 salvar por fim do aniquilamento

 resgatando nossas vidas com tributo de um amor total.



Nenhum comentário:

Postar um comentário