quarta-feira, 8 de julho de 2015

Rosa Cigana

Rosa Cigana

Mas a estrela da madrugada insiste
Em cantar-me por campos e florestas
Trilhas por onde tão somente ela
Tem a sensibilidade diria até perseverança
De acreditar que conseguiria reencontrar
Então os velhos girassóis sorridentes
Na aventura de olhar em outra direção
Ansiosos como se aguardassem uma canção
Arrastam-me até onde consigo
Ouvir o som da queda d’água
Levando de mim distrações e medos
Seguimos por tornadas e espirais
Como se a vida mostrasse quantas voltas
Devem ser dadas na longa jornada
De se chegar a algum lugar
Ao seu lugar, à sua terra
Ao encontrar a fogueira, as flores
Soltam meus braços num rítmico
Abrir e fechar de suas coroas
Balbuciando no movimento
O que já estava em meu pensamento
Então chamo o vento e a antiga magia
Acorda a natureza morta
Os girassóis já sabiam
E por isso se engrandecem encantados
E do fogo ilumina-se a canção
Optchá!
Os troncos que alimentam as brasas
Se realinham num grande tablado e
Ao redor da chama Rosa Cigana


Mas a estrela da madrugada insiste
Em cantar-me por campos e florestas
Trilhas por onde tão somente ela 
Tem a sensibilidade diria até perseverança
De acreditar que conseguiria reencontrar
Então os velhos girassóis sorridentes 
Na aventura de olhar em outra direção
Ansiosos como se aguardassem uma canção
Arrastam-me até onde consigo 
Ouvir o som da queda d’água 
Levando de mim distrações e medos
Seguimos por tornadas e espirais
Como se a vida mostrasse quantas voltas
Devem ser dadas na longa jornada
De se chegar a algum lugar
Ao seu lugar, à sua terra
Ao encontrar a fogueira, as flores
Soltam meus braços num rítmico
Abrir e fechar de suas coroas 
Balbuciando no movimento
O que já estava em meu pensamento
Então chamo o vento e a antiga magia
Acorda a natureza morta
Os girassóis já sabiam
E por isso se engrandecem encantados
E do fogo ilumina-se a canção
Optchá!

Os troncos que alimentam as brasas
Se realinham num grande tablado e
Ao redor da chama
Quatro flamas agora dançam
Os longos vestidos avermelhados
Enaltecem suas formas
Que evaporam o calor apaixonado de seus corpos
O sapateado invade a vida
E os girassóis batem palmas
No movimento de punhos e mãos
Hipnotiza-se em magia única
Da madeira o som da alegria
E em algum tempo esquecido, do feiticeiro
Escapa um suspiro vestido de sorriso
E ao final da canção
As quatro flamas se unem à semente
Apaga-se o fogo, a madeira vira cinza
E no que foi palco da dança...uma rosa
...Deus vá com você.

Quatro flamas agora dançam
Os longos vestidos avermelhados
Enaltecem suas formas
Que evaporam o calor apaixonado de seus corpos
O sapateado invade a vida
E os girassóis batem palmas
No movimento de punhos e mãos
Hipnotiza-se em magia única
Da madeira o som da alegria
E em algum tempo esquecido, do feiticeiro
Escapa um suspiro vestido de sorriso
E ao final da canção
As quatro flamas se unem à semente
Apaga-se o fogo, a madeira vira cinza
E no que foi palco da dança...uma rosa
...Deus vá com você.

Ser ou Ter?

Ser ou Ter?
Nossa correria diária não nos deixa parar
para perceber se o que temos já não é
o suficiente para nossa vida.
Nos preocupamos muito em TER: ter isso,
ter aquilo, comprar isso, comprar aquilo.
Os anos vão passando, quando nos damos
conta, esquecemos do mais importante
que é VIVER e SER FELIZ!


Muitas vezes para ser Feliz não é preciso
Ter, o mais importante na vida é SER.
As pessoas precisam parar de correr atrás
do Ter e começar a correr atrás do SER:
Ser Amigo, Ser Amado, Ser Gente.
Tenho certeza de que, quando SOMOS,
ficamos muito mais Felizes do que
quando Temos.
O SER leva uma vida para se conseguir e
o Ter muitas vezes conseguimos logo.


tirá uma Felicidade
sem preço!
Espero que você deixe de cobrar o que
fez e o que não fez nos últimos anos e
que você tente o mais importante:

SER FELIZ

terça-feira, 7 de julho de 2015

mais forte que os outros


Bem, é sábado à noite
você está toda vestida de azul
Eu tenho observado você há um tempo
talvez você tenha me observado também
Então alguém saiu correndo
deixou o coração de alguém uma bagunça

Bem se você está procurando por amor
Meu bem, o meu é mais forte que os outros


Algumas garotas gostam de um doce Romeu
Bem, por aqui meu bem
Eu aprendi que a gente tem o que pode ter
Então se você for dura o bastante para o amor
Meu bem, o meu é mais forte que os outros

A estrada é escura
E é uma linha estreita demais
Mas eu quero que você saiba que eu irei percorrê-la por você a qualquer momento
Talvez seus outros namorados
Não passariam no teste
Bem, se você for dura e preparada para o amor
Meu bem, o meu é mais forte que os outros

Bem, não é nenhum segredo
Que eu estive por aqui algumas vezes
Bem, eu não sei, querida, talvez você tenha andado até aqui também
Bem, há uma outra dança
Tudo que você tem que fazer é dizer sim
E se você for dura e preparada para o amor
Meu bem, o meu é mais forte que os outros
Se você for dura para o amor
Querida, o meu é mais forte que os outros
 bruce-springsteen/tougher-than-the-rest-traducao.